sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Roçar de asas da tragédia

" Sempre que me sentia absolutamente dono da situação,alguma coisa acontecia ,e me jogava para baixo.Eu me perguntava : porquê ? Será que estou condenado a sempre chegar perto ,mas jamais cruzar a linha de chegada ? Será que Deus é tão cruel,a ponto de me fazer ver as palmeiras no horizonte, só para matar-me de sede no meio do deserto ?
Demorou muito para entender que não era bem isto.Há coisas que são colocadas em nossas vidas para nos reconduzir ao verdadeiro caminho de nossa ' Lenda Pessoal ' .Outras surgem para que possamos aplicar tudo aquilo que aprendemos.E,finalmente,algumas chegam para nos ensinar.
[...] Penso que não estou só nesta experiencia, o inevitável já tocou a vida de todo ser humano na face da Twerra.Alguns se recuperam , outras cederem - mas todos nós já experimentamos o roçar de asas da tragedia "

-Paulo Coelho

Comecei a ler o Monte Cinco de Paulo Coelho esta semana ,e este trecho é parte da nota do autor no começo do livro.Achei bem  interessante e postei aqui.

 " Nadar , nadar e morrer na praia " todos um dia já disseram isso quando se depararam com um situação não muito agradável , não é mesmo ? Todos nós xingamos , choramos ... nós decepcionamos ;Mas não paramos para pensar em como tudo aquilo poderia ser importante futuramente para alguma outra situação desagradável em nossas vidas .

p.s : Desculpem a demora na resposta de comentários , minha internet estava ruim e por isso não pude atualizar o blog esses dias. Queria tbém agradecer a todos os que comentam e acompanham o blog , fico muito feliiz que gostem ;)


Bjoos ;*

20 comentários:

Erica Ferro disse...

:)
Nunca li nenhum livro do Paulo Coelho, mas já li trechos - são bons. =]
Enfim, toda adversidade, toda pedra no caminho, se quisermos, pode servir de lição e de aprendizado. É tudo uma questão de visão, de querer crescer com os desafios propostos pela vida.

Beijo.

P.s: Primeira vez aqui.

' JESSICA LOUREIRO - disse...

Gostei sim flor, gosto dos textos de Paulo Coelho. e quando acabar de ler o livro, comenta dinovo ? ;)
beijos, e to te seguindo tmb :D

C. Liilian disse...

Tbm tenho esse pensamento, inclusive qnd algo nao sai do jeito que imaginava, mas encaro isso como uma forma de superação, para q da proxima vez eu possa fazer diferente. Achei lindas e inteligentes as palavras do Paulo Coelho, um mestre. Adorei teu blog e to seguindo. Beeijos

Ludmilla disse...

AHUhs Voce sabe que eu sempre faço isso, penso em como tdo aquilo que deu errado me vai me fazer diferença no futuro, e em como tudo aquilo me ajuda, nunca me arrependo do que fiz, só do que nao fiz. Abraço. Paulo Coelho maravilhosoooo!!!

GeeH disse...

É mesmo as vezes a gente pensa que por mais que seja feito vamos morrer na praia, e por concidencia Lara eu também de vez enquando leio um livrinho do paulo coelho é o "frases - paulo coelho - 106 reflexoes dos guerreiros da luz" sao só frases e trechos dos livros que ele escreveu as vezes uso como nick de msn :] e nao esquenta com a demora de comentarios viu ultimamente nem eu to conseguindo comentar nos blos que leio =D

até...
ps: se cuida

Ariela s2 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
~ Ariela disse...

Não gosto muito dos livros do Paulo Coelho, mas achei que o texto citado caiu bem ao tema! =)
parabéns pelo blog, está bem legal!

beijos!

Tânia disse...

OOi.. muito bom o post.
Nós sempre reclamamos mesmo, xingamos, choramos..Mas q bom q essas coisas nos ensinam néh.. Experiencia nunca é de mais.. é sempre bom aprender com a experiencia porque nunca mais esquecemos.

beijos.

Marcelo Mayer disse...

embora eu odeie paulo coelho, sempre nos odiamos.

bjs

Larissa disse...

" Nadar , nadar e morrer na praia "
O bom disso tudo é saber que, mesmo errando, eles servem para aprendermos sempre mais :]

Um beijo.

carla l. disse...

Tenho muita vontade de ler algum livro do Paulo Coelho. Meu pai diz que ele é um enrolão, minha mãe até gosta... Quando tiver tempo, lerei.

E sim, é normal nadar e morrer na praia. Mas antes morrer na praia do que em mar aberto, não acha?

Stephanie Lopes disse...

nadar , nadar e morrer na praia
saão raras as pessoas que nunca disseram isso *-*

*MaяiH* disse...

Gostá de Paulo Coelho?Lê O Alquimista.É o melhor. *_*
"Mas não paramos para pensar em como tudo aquilo poderia ser importante futuramente para alguma outra situação desagradável em nossas vidas ."
Gostei disso.Vou parar para pensar.
Bjkas.

JÚLIA disse...

Ha! nunca li um poema dele.
Mas amei!
Brigada pelo conselho que vc me deu la no meu blog
beijo

ana.d.w disse...

Olá Lara, obrigada por seguir meu blog:)
Seguirei o seu, gostei, diferente!
beijos:*

Gêsa disse...

O trecho é bonito, mas eu tenho um certo asco de Paulo Coelho, ele é pretensioso, arrogante, elitista e alguns de seus livros são bem Trash. Nem sei o que ele faz na academia Brasileira de Letras, se bem até o Sarney tá lá.

Desculpa pelo discurso anti Paulo Coelho. Adorei o blog.

Gαвяιєlα. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gαвяιєlα. disse...

Gostei até :D
segui aqui tbm ;*

Tay'' disse...

Adoroo os livros do Paulo Coelho *-*

Vivi disse...

Também unca li nenhum livro dele, mas esse trecho tem muito a ver comigo, pode crer! :S
Ta aí, gostei! (: